Concerto de KOTO | 10 Fevereiro'17 | Porto



 Tomoya Nakai  中井 智弥 
Concerto de Koto
 
Sexta-feira | 10 Fevereiro'17  | 21.30 
Auditório da Biblioteca Almeida Garrett, Rua de D. Manuel II - Jardins do Palácio de Cristal - Porto

Entrada livre sujeita à lotação do espaço


Inserido na tournée pela Europa, estará pela segunda vez em Portugal,  para realização de concerto no Porto, um dos grandes músicos de koto a nível mundial.  O músico japonês Tomoya Nakai interpretará  repertório de música para koto caracterizado por um estilo único que combina elementos tradicionais e modernos. 
 

Com o propósito de fomentar o intercâmbio musical entre o Japão e Portugal, o intérprete de guitarra  portuguesa, João Lima, interpretará com Tomoya Nakai duas peças musicais no decorrer do concerto.

Duração: aproximada de 70 minutos s/ intervalo | M/6
Organização: Embaixada do Japão em Portugal e Japan Foundation
Parceria: Câmara Municipal do Porto
Mais informações: Embaixada do Japão – tel. 21 3110560 | e-mail: cultural@lb.mofa.go.jp
 

 

Informação sobre Tomoya Nakai:

Tomoya Nakai nasceu na cidade de Tsu, Prefeitura de Mie no Japão. Nakai tem sido altamente reconhecido e galardoado pela sua qualidade artística na área da música tradicional japonesa. Para além de tocar koto de 25 cordas, toca também shamisen (instrumento tradicional japonês de 3 cordas) e compõe peças para solo e para música de câmara. Toca koto desde os 6 anos de idade e aos 12 começou a tocar shamisen. Nakai completou a sua formação na Universidade de Artes de Tokyo (Departamento de música tradicional japonesa) e tem uma especialização em koto tradicional e shamisen.
Embora seja capaz de expressar livremente a grande variedade de registros do koto, Nakai também explora as possibilidades e qualidades que o koto possui. O público é contagiado pela sua técnica performativa vigorante e efusiva ainda que de expressão musical delicada. 
Das suas várias actuações a nível internacional destacam-se as apresentações no México, Chile, República Dominicana, Viena, Vietname e Tailândia. Em 2007, com organização da Japan Foundation, andou em tournée pela Finlândia e América Central. Em 2009 apresentou-se na Tailândia e Vietname no âmbito do programa de intercâmbio “Mejong-Japan” do Ministério dos Negócios Estrangeiros. O músico tem colaborado com diversos artistas de vários géneros musicais como, por exemplo, com a Orquestra Filarmónica de Viena, em que apresentou o seu trabalho “Sakuragawa” (tanto em Tokyo como Viena) e com a artista finlandesa de kantele (instrumento tradicional finlandês) Eva Alkula, entre outros nomes. Tomoya Nakai apresenta-se pela segunda vez em Portugal e pela primeira vez no Porto. 

 

Informação sobre João Lima (guitarra portuguesa)

Guitarra Portuguesa - João Lima

A guitarra portuguesa tem sido a matriz do seu percurso, que se tem dividido em múltiplos projectos, nas mais diversas áreas, cruzando a sonoplastia, as artes plásticas e bandas sonoras para vídeo-instalações e teatro. É licenciado em Arquitectura, área que lhe tem inspirado para o seu percurso enquanto músico.
Destaca-se essencialmente o seu trajecto em Oquestrada, em que a irreverência da sua abordagem ao instrumento se alia à magia e força que o projecto evidencia ao longo de mais de uma década e meia, contando com várias edições. Com Oquestrada, tem percorrido palcos por toda a Europa, em espectáculos de grande aceitação por parte dos mais diversificados públicos. Um dos pontos mais altos desta banda, decorre do convite para a actuação na entrega dos prémios Nobel em Oslo em 2012, tendo mesmo sido a única banda portuguesa a ter actuado neste grande evento, que culminou num grande espectáculo acompanhados pela filarmónica de Oslo, que contou com a presença de grandes artistas como Seal, Kylie Minogue, Fanfare Ciocârlia apresentado por Sarah Jessica Parker e Gerard Butler.
Como músico convidado de Dulce Pontes (entre 2009 e 2011) tocou, entre outros palcos na Grécia (Acrópole e Megaron de Atenas, Tessalónica) no Chipre (Limassol e Nicósia), em Espanha (Mérida, Saragoça, Madrid, Barcelona, Orense, Tolosa e Palma de Maiorca). Participou ainda, em três canções do CD “Momentos” e no videoclip daí extraído “Julia Galdéria”.
Actualmente, encontra-se a preparar um CD de originais enquanto compositor, guitarra portuguesa e voz, que pretende reflectir uma visão mais pessoal, preconizando uma estética muito própria, centrada na procura de canções focadas em aspectos poéticos segundo o espírito da viagem.